A+ A A-
13-11-2017

ANFIP-MG marca presença no Dia Nacional de Luta

Avalie este item
(0 votos)

A ANFIP-MG e a Frente Mineira Popular em Defesa da Previdência Social marcaram presença no Dia Nacional de Luta, ato público realizado pelas centrais sindicais em todo o país na última sexta-feira (10/11).

Em Belo Horizonte, o ato aconteceu em vários locais, com concentração, às 11h, na Praça 7. Logo depois, os manifestantes marcharam em direção à sede do Ministério do Trabalho e Emprego, onde fizeram protestos.

No evento, representantes das entidades contestaram as reformas trabalhista — em vigor desde sábado (11/11) — e da Previdência e a MP 805/2017, que impõe prejuízos também aos servidores públicos, como o adiamento do reajuste salarial instituído pela Lei 13.464/17 e o aumento da contribuição previdenciária, de 11% para 14%. Veja abaixo a pauta de reivindicações.


Na oportunidade, a vice-presidente de Política de Classe e Cultura Profissional da ANFIP-MG e coordenadora da Frente Mineira, Ilva Franca, criticou as medidas prejudiciais que o governo está tomando e fez um apelo à população: "Pessoal, estão querendo acabar com o país! Temos que acordar! Já aprovaram a reforma trabalhista, que passa a valer a partir de amanhã [11/11], e a terceirização. E têm pressa de aprovar a reforma da Previdência, que vai afetar toda a população, tanto os jovens quanto os que já se aposentaram. Só não vai afetar os ricos, pois o governo está comprometido com o poder econômico. Também editaram a MP 805/2017, que posterga o reajuste dos servidores públicos e aumenta a contribuição previdenciária deles de 11% para 14%. Não podemos ficar parados, faço um apelo a todos para que não deixemos esses corruptos e corruptores fazerem o que estão fazendo com o país", conclamou.

Representaram a ANFIP-MG, além de Ilva Franca, a presidente do Conselho Executivo, Ana Lúcia Guimarães Silva, a vice-presidente de Finanças e Patrimônio, Maria José Soares Freire, as assessoras Jamir Campos Cerqueira e Maria de Fátima Ponzo, e a associada Mariângela Binda. O presidente da DS BH Sindifisco Nacional, Gabriel Corrêa Pereira, também esteve presente ao ato.

Exigências das entidades que realizaram o ato público:

1 - Rejeição pela Câmara dos Deputados da Medida Provisória 805/2017, que cancela reajustes salariais dos servidores fixados em acordos anteriores e aumenta a contribuição previdenciária de servidores ativos, aposentados e dos pensionistas de 11% para 14%;
2 - Revogação da reforma trabalhista, que recria o trabalho escravo;
3 - Retirada de tramitação da PEC 287/2016, que acaba com a Previdência Social;
4 - O fim das privatizações e entrega das riquezas nacionais.


Última modificação em Quinta, 07 Dezembro 2017 08:16
Rua Carijós 150, 7° andar - Centro - 30120-060 - Tel: 31-3201-3582 - Belo Horizonte - MG

Copyright by ANFIP-MG 2013. Todos os direitos reservados.

TPL_GK_LANG_LOGIN

Log in to your account or Criar uma conta

TPL_GK_LANG_REGISTER

User Registration
or Cancelar